Connect with us

Notícias

FALTA INFORMAÇÃO AOS POLÍTICOS, À MÍDIA E AO POVO BRASILEIRO SOBRE GUARDA MUNICIPAL

Publicado

em

Dia 03/07/2016 – 23:14hs

AVISO AOS NAVEGANTES

Segue abaixo o que realmente eu previa que cedo ou tarde iria acontecer, este choque atual de desinformações é o que precisava ocorrer para de uma vez por todas desmistificar o que significa GUARDA MUNICIPAL.

Por Naval


O mês de junho de 2016 ficará marcado na história com as informações de mortes ocorridas na cidade de São Paulo, estou falando do ocorrido nas noticias policiais sobre os fatos divulgando os incidentes com menores envolvendo as forças policiais, Policia Militar e Guardas Municipais.

Como existem vários “especialistas” em Segurança Pública falando e externando seus pareceres, vou me apegar tão somente na tese que há anos venho defendendo junto à categoria Guardas Municipais e toda a sociedade brasileira, que é justamente convencer a necessidade de mudar o paradigma, uma cultura onde as pessoas não conhecem as Guardas Municipais como instrumento de controle da violência neste país não conhece as Guardas Municipais como policias. Daí as opiniões se dividem, principalmente junto à mídia grossa. De um lado temos os contrários e do outro lado os favoráveis.

Em minha tese sempre pautei prioritariamente o controle da violência porque sofro muito com os assassinatos de meus três filhos, e diante desta defesa, obrigatoriamente tive que apresentar um novo modelo de Policia à sociedade brasileira, denunciando que o atual sistema de segurança pública no Brasil está completamente falido. Como não tinha opção e nem apoio para apresentar as guardas municipais como esta nova policia, resolvi participar de milhares de eventos de segurança pública, o que apenas me deu conhecimento de causa somado aos mais de 30 anos de serviço na Guarda Civil Metropolitana de São Paulo, Capital, depois, criei o maior portal de guardas municipais do mundo, http://www.guardasmunicipais.com.br/ que se tornou o primeiro e mais antigo veículo de informação na internet, tratando do assunto Guardas Municipal, um grande banco de dados. Em seguida, percebendo que ainda não fora suficiente para atingir o nosso objetivo, de levar a informação, fundamos então a ONG SOS Segurança dá Vida e em seguida criei a Marcha Azul Marinho que passou a ser a melhor arma de comunicação em massa para informar as pessoas os verdadeiros trabalhos exercidos pelas Guardas Municipais em todo o país.

Nas cidades onde o evento acontece, muitas vezes, atingimos o povo e principalmente a mídia local, mas na capital paulista há muitos anos os integrantes da Guarda Civil Metropolitana não se interessavam por eventos e muito menos pela Marcha Azul Marinho, acreditavam que o povo paulista já sabia e conhecia o nosso papel junto à segurança pública, após os 30 anos de sua fundação e o advento da lei 13022/14 que esclarece de forma legal que Guarda Municipal é a Policia Municipal Preventiva. Puro engano, as pessoas ainda não conhecem nada sobre o assunto Guarda Municipal.

Em relação aos fatos que tem atingido em cheio a autoestima da instituição Guarda Civil Metropolitana de São Paulo é um choque necessário para adiantar este processo de esclarecimentos à sociedade brasileira sobre o real papel e a necessidade da inclusão urgente das Guardas Municipais na segurança pública, não culpo somente as informações e opiniões desencontradas, de várias pessoas, setores, seguimentos e inclusive da mídia desinformada, a culpa é nossa de não ter ainda alcançado a grande massa e explicado o quanto somos importantes para a sociedade paulistana no controle do desenfreado crescimento da violência.

Há anos venho repetindo, além de trabalharmos muito, ainda temos o dever também de explicar e ensinar à população o que é Guarda Municipal na segurança pública, não me ouviram, não se importaram, agora estamos pagando o preço.

Agora só tenho a dizer, necessitamos urgentemente de recuperar o tempo perdido e trabalhar triplicado. A fase ruim vai passar, a instituição Guarda Civil Metropolitana conta com homens e mulheres, pais de famílias comprometidos com o bem-estar das famílias, honram o trabalho que prestam a sociedade geral, cientes que boa parte do povo já não suporta mais tanta violência e acompanham de perto que o poder público não está tendo a capacidade de controlar a nossa juventude que se envolve no crime, que a cada dia que passa se perdem no mundo das drogas sem perspectivas de esperança de vida segura.

Como Guarda Civil Metropolitano de São Paulo, ratifico o que venho falando para todo o Brasil, as Guardas Municipais são as únicas instituições concretas capazes de frear o crescimento da violência neste país, é uma Policia local, comunitária e preventiva que o povo precisa conhecer melhor, investir e acreditar, exigindo nestas eleições de 2016, que vereadores e prefeitos assumem e estruturem as Guardas Municipais em defesa das pessoas.

Finalizando, o que a administração pública precisa entender é que o povo está morrendo, que o povo não consegue mais sobreviver com tanta violência e em vez de fugir da responsabilidade de promover segurança pública, precisa se conscientizar que a sociedade atual muito mais exigente clama e anseia por segurança pública de verdade, sendo assim, após tantos investimentos nas policias estadual, resta aplicar agora nas Guardas Municipais, esta é a vontade do povo, onde as estatísticas revelam a diminuição do crime nas cidades que acreditam neste novo modelo de POLICIA MUNICIPAL.

Foto: Criança sob nossa guarda NET

Continue Lendo
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias

Marcha Azul Marinho na Bahia na terra do Dep Fed Arthur Maia

Publicado

em

#AvisoaosNavegantes

Desde a quinta-feira passada, Naval resolveu realizar mais uma vez a MARCHA AZUL MARINHO na Bahia. Desta vez o objetivo é sensibilizar o Deputado federal Arthur Maia que é o Relator da Reforma Administrativa, PEC 32.
O evento reforça o pedido das Guardas Municipais de todo Brasil para que a Segurança Pública Municipal não seja prejudicada em prol do povo Baiano e toda sociedade brasileira.
#NAVAL

VAMOS MARCHAR NA TERRA DO RELATOR DA PEC 32

Compartilhe até chegar no Deputado Federal ARTHUR MAIA
Produzimos esse Vídeo https://youtu.be/_4y96TzPqNQ por solicitação do Inspetor Naval, Presidente da ONG SOS SEGURANÇA DÁ VIDA com ampla divulgação em nível Nacional, para que alcance o Excelentíssimo Senhor Dep. Fed. Arthur Maia (Relator da Reforma Administrativa PEC 32). Seu estado, a BAHIA, está encabeçando movimentações pela Segurança Pública Municipal, ouça nosso pedido, que a aprovação desta PEC 32 atenda os anseios de toda Nação Azul Marinho levando SEGURANÇA PÚBLICA de qualidade ao povo brasileiro.
Rosilene Brito de Rondônia – ONG SOS SEGURANÇA DÁ VIDA.

Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=_4y96TzPqNQ

Continue Lendo

Notícias

Equipes ROMU da Guarda Municipal são reativadas

Publicado

em

  • A Ronda Ostensiva Municipal (ROMU) foi reativada. Nesta sexta-feira, 30 de julho, o prefeito Marquinhos e o secretário de administração Fred Reule estiveram na cerimônia de entrega de chaves, que aconteceu na Praça da Matriz nesta tarde.

Ao todo, são 16 integrantes, divididos em 4 equipes alternadas por período. A ROMU é uma equipe especializada para agir em situações de maiores gravidades e volta a atuar em Rancharia depois da sua regularização e nova padronização das viaturas.

Fonte: http://rancharia.sp.gov.br/noticias/?i=1720&c=1

Continue Lendo

Notícias

Ji-Paraná vai debater em Audiência Pública criação da Guarda Municipal

Publicado

em

#AvisoaosNavegantes

No mês de setembro nossa agenda está super lotada, mas em Rondônia, o trabalho que estamos realizando começa a ganhar corpo. Recentemente estivemos em Ji-Paraná, cidade deste estado, onde teremos no próximo dia 10 de setembro uma Audiência Pública para tratar da criação da Guarda Municipal, iniciativa do autor do anteprojeto, Vereador Marcelo Lemos que há anos defende esta propositura.

Isso demonstra que nosso trabalho, realizado pela ONG SOS SEGURANÇA DÁ VIDA pelas corajosas Rosilene e Jocemara vem dando um grande resultado.

Diante dos fatos parabenizamos ambas pela LUTA que vem enfrentando para mudar a Guarda de Trânsito de Ariquemes que só vem prejudicando a população local há anos, com multas e mais MULTAS diariamente, parabenizamos também o visionario nobre vereador Marcelo Lemos por esta iniciativa brilhante.

#Naval

Audiência pública sobre Guarda Municipal tem nova data

Na opinião de Marcelo Lemos, a implantação da Guarda Municipal em Ji-Paraná é um dos pontos que buscam contribuir com a Segurança Pública, já que com o crescimento da cidade, é crescente também o índice de criminalidade.

A nova data para a audiência pública sobre a implantação da Guarda Municipal em Ji-Paraná é o dia 10 de setembro. A data foi definida pelo vereador Marcelo Lemos (PSD), que é o autor do anteprojeto que visa à implantação da Guarda no município. Autoridades de todo Estado estão sendo convidadas a participar do evento, que é aberto ainda a toda comunidade e está programado para as 19 horas do próximo dia 10 no auditório da Câmara de Vereadores de Ji-Paraná.

Para a implantação da Guarda Municipal, Marcelo lemos tem buscado informações com órgãos estaduais e de outros municípios.

Na opinião de Marcelo Lemos, a implantação da Guarda Municipal em Ji-Paraná é um dos pontos que buscam contribuir com a Segurança Pública, já que com o crescimento da cidade, é crescente também o índice de criminalidade.

Há meses trabalhando na elaboração deste anteprojeto, o Vereador diz que por todos os órgãos por onde passa tem incentivo a dar continuidade à implantação da Guarda Municipal em Ji-Paraná, já que será uma força a mais no combate ao crime.

Fonte: https://www.jiparana.ro.leg.br/institucional/noticias/audiencia-publica-sobre-guarda-municipal-tem-nova-data

Continue Lendo
Publicidade

Mais Populares

Guardas Municipais - Todos os direitos reservados © 2021 | Desenvolvido por Melhores Templates